quarta-feira, 11 de maio de 2011

O talento de jogar fora

 O ser humano sabe fazer muita coisa bem, sabe poluir, sabe mentir, sabe trair ao outro e a si mesmo faz tão bem que hoje falar que alguém é honesto é algo admirável, ter um dia do ano pra todo mundo andar de bicicleta é lindo.

Quer dizer que é bonito deixar de fazer um dia aquilo que devia ser sua rotina, não que você deva andar de bicicleta, não necessariamente, mas não poluir, e a honestidade devia ser o mínimo, se colocamos este atributo como o maximo jamais teremos desenvolvimento.

Olhando para as referencias que temos vejo como o mundo esta, e isso me deixa indignado, eu tenho medo de verdade de ter filhos e eles crescerem jogando fazenda feliz no orkut e quando crescerem algum deles me diga que quer ser um BBB.

Dentre todos esses “talentos” do ser humano existe um que realmente me impressiona;

O talento de jogar fora, fazemos isso com tanta facilidade e tão naturalmente que não nos importamos com o que ou com quem, só não queremos mais em nossas vidas, e jogamos fora.

Jogamos fora pessoas, da mesma forma que fazemos com lixo, e mal sabemos que eram essas pessoas que trariam as maiores felicidades para nossa vida, afinal a pérola vem dentro de uma ostra e que diamante que nunca foi uma pedra grosseira, mas quem se importa e se da o trabalho de abrir a ostra ou lapidar a pedra, simplesmente jogamos fora pra achar pessoas que aparentemente são diamantes e pérolas, que nos iludirão e machucarão, pois por não dar trabalho e serem aparentemente perfeitas escolhemos manter perto de nós as maldições e jogarmos fora as bênçãos.

Dale ser humano, me impressiona ver a naturalidade e a proporção que isso acontece.

Esquecemos que o tempo não volta, e que marcas não se apagam.

Nós ate perdoamos,mas jamais esqueceremos, e isso não é errado, pois não temos essa capacidade.
Quem é que sabe lidar com cacos, quando um vidro se quebra é difícil de mexer e talvez se corte ao tentar monta-lo outra vez. O ontem passou o amanha é incerto e o hoje é presente.

Sustentabilidade nos relacionamentos, nunca jogue nada nem ninguém fora, ninguém é bom demais pra ser perfeito e ruim demais pra não servir pra você, se for jogar algo fora que seja a perfeição, pois essa não existe e se acha que alguém não pode te fazer o bem que queria não o jogue fora, mas com carinho e amor o mantenha e quem sabe ate tenha que suporta-lo, mas isso faz parte do processo de reciclagem, aquilo que considerava lixo pode se transformar no seu bem mais precioso.

E cuidado não estamos falando de coisas mas de pessoas, de verdade e tudo que fazemos hoje vamos colher amanha, suas atitudes são sementes plantadas no terreno do hoje e amanha florescerão e te trarão alegria ou choro, cada atitude ativa uma conseqüência que demora ou não,mas vem.



Davi F.M
@davifarizel
http://sustentabilidadehumana.blogspot.com/

3 comentários:

  1. “Há quem passe pelo bosque e só veja lenha para fogueira.”(Leon Tolstoi)

    ResponderExcluir
  2. Esse talento infelizmente "está na moda".

    ResponderExcluir